Arquivo da tag Paraná

“Vozes do Paraná” homenageia personagens retratados em 10 edições em evento na segunda-feira

Será o lançamento do décimo volume da coleção de perfis biográficos de autoria do jornalista Aroldo Murá

O título “Grandes Porta-Vozes do Paraná” passará a ser outorgado, solenemente, em forma de diploma, todos anos, a paranaenses nativos ou por adoção, que venham exercendo papel relevante e excepcional na vida do Paraná. É o que informa a Editora Alma Mater, de Curitiba, responsável pela publicação da coleção de perfis biográficos “Vozes do Paraná – Retratos de Paranaenses”, de autoria do jornalista Aroldo Murá G. Haygert.

A primeira diplomação de “Grandes Porta-Vozes do Paraná” acontece na próxima segunda-feira (25 de junho), às 19h30, na Sociedade Garibaldi, em Curitiba, com a presença da governadora Cida Borghetti – que abrirá o evento, sendo ela mesma uma dos diplomados.

Os “Grande Porta-Vozes do Paraná” são: Cida Borghetti, Jaime Lerner, Euclides Scalco, casal Luiz Fernando e Ellin de Queiroz, Luiz Carlos Martins, Clèmerson Merlin Clève, João Elísio Ferrraz de Campos, Cicero de Andrade Urban, Wilson Picler, Fábio Campana, Orlando Pessuti, René Ariel Dotti e Belmiro Valverde Jobim Castor (in memoriam).

A premiação estará sempre associada ao lançamento da edição de “Vozes do Paraná”, obra que identifica os construtores do Paraná de hoje. O livro já enfocou vida e obra de 240 paranaenses, como Wilson Martins, Fani Lerner, Euclides Scalco, Jaime Canet Neto, Dom Pedro Fedalto, Adolpho de Oliveira Franco, Luiz Geraldo Mazza, Hélio Puglielli, Raul Anselmi Junior, Manoel Isidro Coelho, Bento Garcia Jr, José Dionísio Rodrigues, José Lúcio Glomb, José Machado de Oliveira, dentre muitos outros.

Vídeo e jornal comemorativos

Na ocasião, será exibido o vídeo comemorativo aos 10 anos da coleção “Vozes do Paraná”, editado por Carlos Marassi e Wasyl Stuparyk, com nomes e imagens de todos os retratados ao longo desta década.

Além disso, os convidados receberão exemplares da edição especial do Jornal Universidade, do Instituto Ciência e Fé de Curitiba, que contém o perfil de cada um dos “Grande Porta-Vozes do Paraná”.

Décimo exemplar

Logo a seguir da diplomação, haverá a noite de autógrafos do livro “Vozes do Paraná 10”, que neste ano terá 21 personagens: Espedito de Oliveira Rocha (in memoriam), Bruno Pessuti e Pedro Duarte (Nova Geração), Cecília Lopes da Silva, Cláudio Loureiro, Dimitry Kozemjakin, Doralice Zanetti, Edson Gradia, Edson Militão, Ferdinando Scheffer, Francisco Zardo, Gláucio Geara, Hélio Gomes Coelho Junior, Hélio Bruck Rotenberg, João Manuel Simões, José Candido Muricy, Karina Furlan Anselmi, Luiz Gonzaga Paul, Mário Petrelli, Ottílio Mônaco e Toninho Vaz.

A venda dos livros na noite, terá sua renda, em parte, destinada às obras do Instituto Ciência e Fé de Curitiba.

Lançamento: “Vozes do Paraná 10 – Retratos de Paranaenses”

Data: Segunda-feira 25 de junho, a partir das 19h30

Entrega do diploma “Grandes Porta-Vozes do Paraná”: 20h20

Local: Palácio Garibaldi (Praça Garibaldi, 12, Alto São Francisco)

Entrada gratuita

Campo Largo vai asfaltar estrada do distrito de Ferraria; anúncio foi feito por Cida e Martins

É a Estrada Mato Grosso, que receberá investimento de R$ R$ 5,5 milhões

Campo Largo, cidade da Região Metropolitana de Curitiba, vai pavimentar a estrada do Mato Grosso, obra que é muito esperada pela população. A estrada liga a BR-277 até a ponte sobre o Rio Passaúna, principal conexão entre Curitiba e o município. A via também corta o distrito de Ferraria. O convênio entre a Secretaria da Infraestrutura e Logística e a prefeitura de Campo Largo foi autorizado pela governadora Cida Borghetti nesta quinta-feira (21). O investimento total é estimado em R$ 5,5 milhões.

O deputado Luiz Carlos Martins participou do evento em Campo Largo. Segundo o deputado, o povo agora pode acreditar que a obra vai sair.”Estou muito feliz hoje e por vários motivos. São mais de R$ 6 milhões para Campo Largo e a minha alegria é que a maior parte destes recursos vão pra a Estrada do Mato Grosso. Este povo está pedindo isso há muito tempo e pode ter certeza que o povo só acredita vendo, mas agora vai ver. Logo teremos homens trabalhando, o dinheiro está garantido. É uma conquista não nossa, mas de todo o povo do bairro Ferraria”, disse Martins.

No evento, a governadora Cida Borghetti também confirmou recursos do Estado para a prefeitura adquirir equipamentos rodoviários, reformar quatro colégios estaduais e instalar uma miniarena – espaço para esporte e lazer da população. No total, o montante soma R$ 6,6 milhões. “Estamos cumprindo rigorosamente com os compromissos do Paraná. Como gestão municipalista, investimos nos 399 municípios paranaenses sem distinção”, disse a governadora. “E quero agradecer também a organização do prefeito Marcelo Pupo par a cidade estar apta a receber os recursos”, completou.

Estrada

A pavimentação da Estrada do Mato Grosso é uma reivindicação antiga de moradores e comerciantes da região, ressaltou a governadora. “A obra é aguardada há pelo menos 10 anos. Realizá-la significa o respeito pela população”, disse ela. A estrada liga a BR-277 até a ponte sobre o Rio Passaúna e corta o Distrito de Ferraria. O convênio prevê o recape asfáltico de 10,5 quilômetros da estrada, além de serviços de drenagem e sinalização.

Para o prefeito Marcelo Puppi, a pavimentação vai garantir mais segurança e desenvolvimento para a região. “É um sonho da população da Ferraria e que agora vai se concretizar”, afirmou Puppi. Ele destacou, ainda, o apoio do Governo do Estado na liberação de recursos para a cidade. “Fizemos a lição de casa e reunimos a documentação necessária, mas sem a sensibilidade e agilidade do governo esta e tantas outras obras não sairiam do papel”, afirmou.

Escolas

As escolas Constantino Marochi, Djalma Marinho, João Ferreira Kuster e Primeiro Centenário vão receber as melhorias pelo programa Escola 1000. Pelo programa, cada escola recebe R$ 100 mil para realizar as obras.

A miniarena será instalada no distrito de Bateias, na área rural da cidade em local próximo de escola e de fácil acesso para a população. “Um equipamento que vai proporcionar mais qualidade de vida para os moradores”, afirmou o prefeito Marcelo Puppi.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aprovado projeto de Martins que obriga construção de pontos de parada nas praças de pedágio do PR

A proposta foi aprovada em primeira discussão pelos deputados estaduais nesta quarta-feira (20)

Foi aprovado  o projeto de lei 315/2016, de autoria do deputado Luiz Carlos Martins (Progressista), que obriga as empresas de pedágio a construírem em suas praças Pontos de Parada e Descanso (PPD) para motoristas profissionais em todas as rodovias pedagiadas do Paraná. A proposta foi aprovada em primeira discussão pelos deputados estaduais nesta quarta-feira (20). A proposição obriga as Concessionárias de Pedágio no Estado do Paraná a construírem estes pontos, conforme já previsto em Lei Federal.

De acordo com Martins, o objetivo é atender o que está na Lei 13.103/15, a chamada Lei dos Caminhoneiros. “Até agora, o Governo Federal, que assumiu a responsabilidade de indicar esses Pontos de Parada e Descanso, não cumpriu sua determinação e nossos profissionais das estradas estão sem fazer valer seus direitos legais regidos pela Lei”, diz Martins.

O deputado completa lembrando o trabalho desgastante dos caminhoneiros nas estradas, o que ficou ainda mais evidente durante a greve da categoria no mês de maio. “Os nossos caminhoneiros trabalham muito, recebem pouco, ficam muitas vezes sem se alimentar direito, eles precisam de todo o nosso respeito e também melhores condições de trabalho. Agora, com a aprovação deste projeto, o Paraná sairá na frente na busca de uma solução para a falta de pontos credenciados de PPD. Vamos resolver o impasse para a falta de credenciamento e de responsabilização de criação desses pontos de parada tão necessários para a saúde dos profissionais da estrada”, completou Martins.

Reação dos caminhoneiros

Para os caminhoneiros, o Paraná sai na frente na aprovação deste projeto, já que não há nenhum PPD em praças de pedágio do país. “Essas paradas são de suma importância para os caminhoneiros. Não temos nenhum ponto de parada com segurança nas estradas. Muitas vezes, somos obrigados a descansar em postos de combustíveis, terrenos abertos, sem nenhuma segurança ou infraestrutura. A categoria sofre com assaltos e este projeto é uma prova de respeito aos caminhoneiros”, afirmou o representante dos caminhoneiros autônomos, Vanderlei Dedeco.

Dedeco lembrou que a Lei dos Caminhoneiros prevê que o motorista profissional pare e descanse a cada 4 horas e meia, mas, muitas vezes, por falta de segurança, ele acaba não cumprindo isso. “Temos a Lei dos Caminhoneiros que prevê o descanso, mas tem caminhoneiro que acaba não cumprindo e correndo o risco de ser flagrado pela Polícia Rodoviária Federal no tacógrafo porque não se sente seguro em parar para descansar. Com estes pontos, certamente termos mais condições de exercer nossa profissão de forma digna”, completou.

O projeto deve ser votado em segunda e terceira discussões nas próximas sessões da Assembleia Legislativa. Na sequência, irá para a sanção da governadora Cida Borghetti. A fiscalização ficará sob responsabilidade do Governo do Paraná.