Arquivo da tag Curitiba

Cida se lança ao Governo ao lado de Beto e Canziani; Luiz Carlos Martins diz que agora é a hora da verdade

Após algumas divergências, a governadora Cida Borghetti (Progressistas) conseguiu formar no entorno da candidatura dela ao Governo do Paraná, a maior coligação destas eleições no estado. São mais de 10 partidos apoiando Cida, entre eles o PSDB, PTB, PSB, DEM, PROS, PMN, PMB, entre outros. Neste sábado (4), no Espaço Torres, em Curitiba, a convenção confirmou todos os nomes da chapa, que traz ainda o ex-governador Beto Richa (PSDB) e Alex Canziani (PTB) como nomes que vão disputar as duas vagas ao Senado.

“Construímos a maior aliança dessas eleições para dar a oportunidade de seguirmos firmes e fortes no que é melhor para o Paraná. Neste período à frente do governo, atendemos a todos os 399 municípios do estado, sempre com o gabinete de portas abertas e com transparência. É com a verdade que a gente governa”, disse Cida.

Verdade
Verdade foi a palavra ressaltada pelo deputado Luiz Carlos Martins(Progressistas), que também teve o nome confirmado na chapa como candidato a reeleição. Com seu bordão ‘Oi Oi gente querida’, Martins ressaltou que é hora de saber quem fala a verdade. “Estamos aqui com corações e cabeças lado a lado, com um único propósito: a verdade pelo bem do Paraná. Chegou a hora de colocar a verdade contra a mentira. Ninguém aguenta mentiras. Vamos prestar atenção! Estamos com a Cida neste projeto. Sei da lucidez e do compromisso que ela tem com o social e vamos seguir firmes e fortes”, afirmou Martins.

 

Barros e Beto

O deputado federal Ricardo Barros (Progressistas), que dias atrás chegou a dar por encerradas as negociações com o PSDB, afirmou que todas as divergências estão superadas e a chapa está unida. “Estamos com uma chapa muito forte, com o maior tempo de rádio e TV, temos também o maior número de deputados estaduais e federais eleitos, além de novas lideranças que querem o melhor para o Paraná, assim a Cida. Estamos certos de que as divergências foram superadas e vamos alcançar a vitória”, disse Barros.

Mesmo discurso de Richa, que ressaltou a competência de Cida e completou dizendo que está tudo certo com a chapa. “Entre idas e vindas, muitas conversas, está tudo superado. Tivemos turbulências sim, mas que desde o início poderiam ter sido evitadas. Em alguns momentos, corremos o risco de desmantelamento da aliança, mas no final saímos fortalecidos para a eleição. Vamos ter um bom espaço no rádio e na TV e mostrar tudo o que foi feito estes anos, mas logico que é continuidade em termos porque cada governante tem sua própria forma de administrar e as demandas se renovam”, disse Richa.

A convenção teve a presença ainda do prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), além de diversos deputados federais e estaduais.

Obras na Rodovia da Uva não param mais: “Estamos acompanhando de perto”, diz Martins

Depois de promessas feitas, adiamentos, obras suspensas, falência de empresas, finalmente a duplicação da Rodovia da Uva (PR-417) foi retomada pra valer, no trecho entre o Contorno Norte de Curitiba e a Rua Orlando Ceccon, em Colombo. Desde que a governadora Cida Borghetti autorizou o reinício das obras, operários trabalham sem parar com o objetivo de entregar a Rodovia duplicada e revitalizada dentro do prazo, que é maio de 2019.

O estofador Jonas Hamilton, que tem comércio às margens da Rodovia da Uva, tem certeza que dessa vez a obra vai ser concluída. “Agora vai. Faça chuva, faça sol, tem gente trabalhando aqui. Acompanhamos todos os dias e todos estão trabalhando sem parar. Pra todos nós que dependemos da Rodovia da Uva vai ficar muito bom. Chega de sofrimento”, disse o comerciante.

O borracheiro Elielton Massin também está otimista com a retomada da duplicação. “Agora a obra deve sair sim. Vai ser mais segurança pra todo mundo que passa por aqui. O trânsito vai ficar mais seguro e não vamos mais sofre com tanto pó, sem falar dos riscos”, afirmou.

As obras da Rodovia da Uva foram retomadas no final de maio, quando a governadora Cida Borghetti autorizou o investimento de R$ 32 milhões, proveniente do Proinveste, um convênio firmado entre o Governo do Estado e o Banco do Brasil.

O deputado Luiz Carlos Martins não só comemorou a retomada como também tem acompanhado as obras. “Passo por aqui quase toda a semana. E se não passo, peço pra alguém da equipe passar. Estamos acompanhando de perto. Foram mais de 20 anos de espera, de sofrimento com tantas interrupções. Agora a duplicação da Rodovia da Uva vai sair”, disse Martins.

Junto com a duplicação, o trecho, de 6,2 quilômetros, receberá outras melhorias, a exemplo da construção de ciclovias, novas calçadas com rampas de acesso, instalação de semáforos, iluminação, canteiro central e paisagismo. “

Por que parou?

A duplicação desse trecho da Rodovia da Uva começou em 2010, mas foi executado apenas 15% dos serviços previstos no projeto. A empresa vencedora da licitação teve problemas e o contrato foi rescindido de forma amigável. O primeiro projeto previa investimento de R$ 11 milhões para a construção de mais uma pista.

Em 2013, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) realizou nova licitação, no valor de R$ 35,8 milhões. O projeto foi revisado, e passou a incluir duas pistas marginais, ciclovias, novas calçadas com rampas de acesso, além de semáforos, iluminação, canteiro central e paisagismo. As obras foram interrompidas porque a empresa faliu quando tinha executado 30% do cronograma.

Por esse motivo, uma terceira licitação foi lançada em 2017, com previsão de investimentos de até R$ 42,4 milhões em um trecho de 6,2 quilômetros. Mas esse processo foi paralisado pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) em agosto de 2017, que apontou problemas no novo edital.

O DER-PR não concordou com este posicionamento, respondeu as questões levantadas pelo órgão e, em fevereiro de 2018, o TCE-PR autorizou o reinício das obras, condicionadas ao cumprimento de algumas determinações, que foram acatadas pelo DER-PR. Porém, em março do mesmo ano, na iminência da ordem de serviço para retomada dos trabalhos, um dos conselheiros do tribunal determinou a mudança da empresa vencedora do certame.

No último dia 7 deste mês, o TCE-PR publicou um Acórdão que reverte o posicionamento deste conselheiro e corrobora a decisão do DER-PR declarando oficialmente vencedora a empresa Tucumann Engenharia.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Com Cida, Martins comemora revitalização de avenida e ampliação de unidade de saúde em Campo Magro

Com indicações do deputado, a cidade vai receber R$ 7,1 milhões para investimentos

O município de Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, vai revitalizar a avenida Norte-Sul, a mais importante via da cidade, que corta cinco bairros. Nesta quinta-feira (7), a governadora Cida Borghetti esteve em Campo Magro e confirmou o apoio do Estado para a obra, que abrangerá cerca de dois quilômetros e tem investimento estimado em R$ 4,9 milhões. O recurso será repassado por meio de convênio com a Secretaria do Desenvolvimento Urbano.

Na reunião com o prefeito Cláudio Cesar Casagrande e lideranças locais, a governadora anunciou mais R$ 1,3 milhão para a reforma e ampliação da unidade de saúde municipal 24 horas e R$ 800 mil para a construção do prédio Conselho Tutelar do município.“São obras importantes para Campo Magro. A implantação do binário Norte-Sul e a ampliação da unidade de saúde 24 horas são obras muito esperadas e que vão resultar em mais conforto e melhor atendimento à população”, afirmou a governadora.

O deputado Luiz Carlos Martins, que fez indicações ao Governo para a liberação dos recursos em Campo Magro, comemorou a conquista e participou da cerimônia de entrega dos recursos. “A gente está bastante feliz. Campo Magro é um município muito querido e merece toda atenção, juntamente com prefeito Casagrande e a governadora, viabilizamos esta reivindicação da Avenida Norte-Sul, que é antiga, e também conseguimos reforçar a saúde promovendo a reforma e ampliação da Unidade de Saúde.É preciso fortalecer os municípios da Região Metropolitana poruqe assim desafogamos Curitiba e todos ganham. Assim vale a pena”, disse Martins.

No evento, Cida destacou também  a parceria do Governo do Estado com o município em outras áreas, como a segurança pública, infraestrutura e logística, habitação. Ela também lembrou o potencial de Campo Magro na área do turismo, principalmente o turismo ecológico. “Já marcamos uma reunião com a equipe da prefeitura para apresentação de projetos que colocarão o município na rota do turismo paranaense e nacional”, disse ela.

Binário

A avenida Norte-Sul, que começa no Jardim Cecília e atravessa quatro bairros denominados Jardim Boa Vista, tem atualmente tem pista simples e, em alguns trechos não há asfalto. Com a obra, a avenida receberá pistas duplas, calçadas com acessibilidade, ciclovia, sinalização.

O prefeito Casagrande informou que será o primeiro binário do município e que deverá receber também um conjunto de obras, entre praças e parques. “O binário vai impactar no bairro e na cidade toda, com crescimento do comércio, valorização dos imóveis. Todos sairão ganhando com este investimento”, disse ele. O prefeito lembrou o investimento do Estado na revitalização da Estrada do Cerne, que segundo ele deu uma cara nova para a cidade e ajuda a atrair investimentos.

 

A unidade de saúde 24 horas foi construída em 2005 e não teve grandes reformas até agora. “A obra que faremos é muito importante para a população, para melhorar o serviço para os pacientes, dar mais conforto aos servidores, garantir um atendimento melhor e mais qualificado”, disse o prefeito. “Temos aqui também nossa base do Samu”, informou. Segundo ele, cerca de 40% dos pacientes atendidos na unidade são de Curitiba.

Casagrande disse que o Governo do Estado também repassará recursos para uma ambulância para transporte de pacientes dentro do município. Também está em construção uma outra unidade, que recebe recursos estaduais e dever ser entregue em até 60 dias (obra gerida pela prefeitura).

No encontro, foi destacada ainda a inauguração da nova Estrada do Cerne, ligando Curitiba a Campo Magro. O investimento foi de R$ 30 milhões com recursos estaduais. Outro destaque é habitação, área que recebeu R$ 15 milhões em investimentos nos últimos anos. Foram entregues moradias para 451 famílias do município.

Este slideshow necessita de JavaScript.