Arquivo da tag carlos

Luiz Carlos Martins diz que fontes lhe garantiram que tarifa de ônibus em Curitiba pode subir a R$ 3,00 este ano

O radialista e deputado eleito pelo PSD, Luiz Carlos Martins, fez um alerta nesta quarta-feira (29) em seu programa na Rádio Banda B, de que a tarifa de ônibus em Curitiba e na rede Integrada de Transporte, poderá subir dos atuais R$ 2,70 para R$ 3,00 ainda este ano. “Recebi informações de fontes quentes que o preço da tarifa de ônibus de Curitiba vai subir para R$ 3,00 ainda este ano. Eu não viria ao microfone para inventar alguma coisa de forma irresponsável. É preciso que a Prefeitura de Curitiba se manifeste se realmente há esta possibilidade. Com a palavra a Prefeitura”, disse Luiz Carlos Martins.

Pedágio

Martins também falou sobre outra informação que teve acesso. Disse que o Ministério dos Transportes teria entregue uma carta ao governador Beto Richa autorizando que ele negociasse com as concessionárias de pedágio no estado sem precisar passar pelo crivo do governo federal. “Fiquei sabendo que o Ministério dos Transportes, assinou uma carta autorizando o governador Beto Richa a negociar direto com as concessionárias de pedágio, sem passar pelo governo federal. E essa negociação envolveria a duplicação de todo o anel metropolitano e até uma possível redução no preço do pedágio no Paraná. Não se sabe ainda o prazo dessa nova concessão. Com a palavra o governador Beto Richa”, disse Martins.

Outro lado

A Banda B procurou a Prefeitura de Curitiba sobre a possibilidade de aumento da tarifa ainda este ano. A informação repassada é que a Prefeitura não confirma qualquer aumento na tarifa para 2015.

A assessoria do governo do Paraná também foi procurada para falar sobre a negociação com as concessionárias de pedágio, mas também, até o momento, não se manifestou.

Voluntária que venceu o câncer relembra cartinhas que mandava para Luiz Carlos Martins

regina-dentro

A voluntária Regina segurando o Chaveiro da Vida, feito pela Humsol

 

 

A diversão era se reunir, fazer um piquenique e ouvir as cartas enviadas ao radialista Luiz Carlos Martins. A voluntária Regina Kohut, 49 anos, da ONG Instituto Humanista de Desenvolvimento Social, Humsol, tinha 13 anos, na época, e morava com a família na cidade de Prudentópolis, no interior do Estado. “Éramos em um grupo de meninas e nossa diversão era levar um radinho de pilha para um gramado, fazer piquenique e ouvir as cartas que tínhamos mandado durante a semana para serem lidas pelo Luiz Carlos Martins”, descreve.

Regina veio para Curitiba com 15 anos e contou que, então, passou a colocar as cartas – que antes vinham pelo correio – embaixo da porta da emissora que Luiz Carlos Martins trabalhava. “Temos uma história, praticamente. Brinco dizendo que eu namorava o Luiz na época. Isso é algo bem engraçado porque eu, pessoalmente, nunca o conheci”, disse.

Ela está à frente da campanha de prevenção contra o câncer de mama, o Outubro Rosa, mundialmente conhecido. Após ser diagnosticada com câncer há seis anos, fez tratamento intenso, lutou contra a doença e hoje comemora a alta médica há um ano.

“Você nunca pensa que o mal vai bater na sua porta. Quando descobri que tinha câncer me pareceu uma bomba na cabeça, passei por 17 cirurgias, ao todo. Tudo que passei com essa doença eu consegui reverter para ajudar e alertar. A depressão é algo que vem mesmo, sem pedir licença, mas a força de querer vencer e as pessoas que te rodeiam fazem tudo valer a pena. Temos que ter paciência, fé e aprender com tudo isso”, descreve.

Hoje, curada, Regina promove campanhas, faz planejamentos para o Instituto, tudo ao som da Rádio Banda B. “Eu acompanho todos os dias, é a minha alegria porque me divirto e gosto da programação. Também já pedi uma cadeira de rodas para o Luiz Carlos Martins, fui atendida e levei para uma pessoa que precisava muito. Me ligaram esses dias perguntando se eu tinha material de campanha. Ri e disse que comecei a trabalhar para o Luiz Carlos Martins há anos”, finaliza.

Quer conhecer os trabalhos da ONg Humsol? Acesse o site www.humsol.com.br

“Sem Luiz Carlos Martins no rádio fico perdida”, revela ouvinte

geraldaO companheiro de costura de Geralda Amâncio, 66 anos, tem nome e sobrenome: Luiz Carlos Martins na Rádio Banda B. Nesses últimos meses, Luiz Carlos Martins teve de deixar o microfone para cumprir a lei eleitoral, já que é candidato a deputado estadual. Desde então, Irene se sente perdida. “O rádio fica ligado o dia todo e agora, com a ausência do Luiz Carlos Martins, fico bem perdida. Gosto do pessoal que está lá, dou muita risada, mas o Luiz é o Luiz, né?”, brinca.

Irene mora na Cidade Industrial de Curitiba e fez questão de dizer que o voto para deputado estadual é 55.550. “Com certeza esse número eu já decorei. Primeiro porque eu gosto dele, gosto do que ele faz, do trabalho e também porque a gente escuta tanta coisa sobre política e nada errado sobre ele. Eu confio no trabalho do Luiz Carlos Martins”.

Ouvinte assídua da Rádio Banda B, Irene conta que conheceu Luiz Carlos Martins em outra emissora há cerca de 25 anos, quando ainda trabalhava fora. Ela se aposentou, faz costuras e mantém o ‘radinho’ no mesmo ponteiro desde 1999. “Lembro da inauguração. Gosto de todos e acompanhei muita história dali”, finaliza. Irene tem o rádio como companheiro e Luiz Carlos Martins tem os ouvintes como grandes amigos.